BLOG
Muito Mais Digital 29 de março de 2022

Uso consciente da água: confira o que fazer e o que não fazer

O uso consciente de água é um tema comum atualmente: ele está nos noticiários e até mesmo no rótulo de produtos de limpeza, indicando a necessidade de preservação.

Isso fica ainda mais frequente em períodos de seca e crise hídrica no país, que costumam provocar impactos negativos no bolso do consumidor, com o aumento de contas de energia elétrica e água.

Imagem de um reservatório de água em tempos de seca com pouca água

Além disso, existe o risco de suspensão do fornecimento, com implementação de sistemas de rodízio, comprometendo a distribuição por horas ou dias.

Quer fazer uso consciente de água, mas não sabe exatamente por onde começar, o que fazer e o que não fazer? Então, continue a leitura e confira dicas que a Superfilter preparou para você adotar no dia a dia de maneira simples!

 

Por que preservar água?

O principal motivo para preservação da água é que se trata de um elemento essencial para a garantia da vida e do equilíbrio ecológico do planeta.

Além disso, a água é um recurso finito, ou seja, ela pode chegar ao fim se não for feito um uso consciente. Isso envolve uma série de ações como evitar desperdícios e realizar o descarte adequado de esgotos.

De acordo com dados da ONU, até 2030 a demanda por água deve aumentar 50% no mundo, especificamente com o aumento da população. Ações de desperdício e poluição de mananciais podem colocar em risco a disponibilidade desse recurso, sobretudo para novas gerações.

Como fazer uso consciente de água para preservá-la?

Quer contribuir para a preservação da água fazendo um uso consciente desse recurso? Existem algumas dicas que você pode adotar no dia a dia para evitar desperdícios e outros problemas. Confira quais são:

 

Reduza seu tempo de banho

Um banho de ducha de 15 minutos consome cerca de 135 litros de água, se estiver com o registro meio aberto. Se diminuir seu tempo debaixo da ducha, conseguirá economizar água e energia elétrica.

Outra dica para poupar água no banho de ducha é fechar o registro ao se ensaboar. Caso faça isso dá para reduzir o tempo de banho em aproximadamente 5 minutos e o consumo de água cai para cerca de 45 litros.

No caso do uso do chuveiro elétrico, 15 minutos com o registro meio aberto consome 45 litros de água. Se fechar o registro ao se ensaboar, o consumo vai para 15 litros.

Banner filtro para chuveiro ou ducha

Lave roupa poucas vezes por semana

Na capacidade máxima de 13 quilos, uma máquina de lavar roupa consome de 130 a 150 litros de água por ciclo. Há quem faça lavagens todos os dias, mesmo com pouca quantidade de roupa na máquina.

Evite esse tipo de situação e desperdício de água juntando mais peças para lavagem. Dessa forma, conseguirá reduzir o uso da máquina. Além disso, utilize produtos de qualidade na lavagem e não exagere no sabão.

Se usar muito sabão, há o risco de as peças ficarem ensaboadas mesmo após o ciclo, demandando um novo enxágue e mais gasto de água. Verifique na embalagem do produto qual a quantidade ideal para uso na lavagem de peças.

 

– Leia também:
>>> Como a estiagem afeta a qualidade da água da sua torneira?

 

Evite fazer limpezas com mangueiras

A imagem mostra uma desperdiçando água.

O uso da mangueira pode ser mais prático, mas não é o ideal para preservar água. Para se ter uma ideia, o consumo pode chegar a 186 litros com 10 minutos de mangueira aberta.

Precisa lavar áreas externas e calçada? Então, use uma vassoura para remover a sujeira mais pesada e dê preferência para usar baldes de água. Inclusive, você pode reaproveitar a água da máquina de lavar roupa.

Se for lavar seu carro, também prefira usar baldes para ensaboar e enxaguar, evitando o desperdício de água durante a limpeza, algo que é muito comum nesse processo.

 

Feche a torneira em lavagens

Vai lavar louça, mãos, dentes, enfim, qualquer coisa? Então, adquira o costume de fechar a torneira enquanto ensaboa. Recomenda-se abri-la somente no enxágue, o que ajudará a economizar água ao longo do mês.

 

Colete e use água da chuva

Uma forma altamente eficaz de fazer um consumo consciente da água encanada é coletar e usar a água da chuva. Essa alternativa proporciona, inclusive, benefícios para seu bolso, reduzindo a conta de consumo no final do mês.

A água da chuva não é potável, portanto, não pode ser utilizada para consumo. No entanto, dá para usá-la para regar áreas verdes, lavar pisos e calçadas, em descargas, entre outras opções.

Vale citar que o investimento no sistema de captação, filtragem e distribuição da água da chuva é relativamente baixo, portanto, dá para ter um retorno em curto prazo.

 

– Leia também este artigo:
>>> Como escolher um filtro de água para água da chuva?

 

Confira e troque a válvula de descargas

Quando a válvula de descargas está em péssimas condições, há um desperdício considerável de água. Portanto, sempre verifique se há água escorrendo pelo vaso. Em caso positivo, faça a substituição da peça.

A troca também é recomendada se a válvula for antiga, pois ela consome de 9 a 12 litros de água em um acionamento. As descargas de duplo acionamento e caixas acopladas usam de 3 a 6 litros.

 

Faça a manutenção de seu purificador de água

como limpar purificador de água

Você tem um purificador em casa? Então, saiba que realizar sua manutenção é uma das principais medidas para preservar água, pois ajuda a evitar vazamentos.

Peças que não foram instaladas corretamente podem provocar vazamentos, bem como peças que já estão desgastadas ou ressecadas. Um ótimo exemplo disso é a mangueira do equipamento, que fica ressecada com o passar do tempo.

Portanto, não abra mão de fazer a manutenção dos purificadores para casa! Com ela, dá para identificar eventuais problemas logo no início, evitando o desperdício de água.

Além disso, também é fundamental ter um cuidado especial com a troca de refis para purificadores. Se eles não forem encaixados corretamente, há uma grande possibilidade de vazamentos.

Para acertar na substituição de refis e elementos filtrantes, sempre consulte o manual para saber quais são as melhores medidas e cuidados que se deve ter na troca.

Se mesmo assim continuar em dúvida sobre como proceder, o melhor é contratar um profissional para trocar o refil filtro, garantindo a correta instalação da peça e reduzindo o risco de vazamentos e desperdício de água.


– Leia também:
>>> Quais os principais problemas em beber água direto da torneira?

>>> Qualidade da água e qualidade de vida: qual a relação?

Deixe seu Comentário
Deixe seu Comentário

Quer receber promoções exclusivas?

Receba em primeira mão nossas ofertas